Como fazer licor caseiro de café em 9 passos - Unique Cafés

Como fazer licor caseiro de café em 9 passos

Nunca foi tão fácil fazer licor caseiro de café. Em apenas 10 passos você fará uma das melhores receitas de licor artesanal de café em casa! Aproveite!

INTRODUÇÃO

Primeiramente, você aprenderá agora como fazer uma base essencial para diversos drinks. Sim, o licor de café caseiro não é só uma bebida para se apreciar sozinha, mas é uma das principais bases para fazer vários drinks. Então, desenvolvemos um jeito de você reproduzir a receita de maneira prática e bem fácil aí mesmo em sua casa. Vamos começar?

 

 

História do licor

entenda a definição de licor e como são feitos

Antes de mais nada, a origem da palavra licor vem do latim liquefazeré, que se traduz como liquefazer. Basicamente, o licor é uma bebida alcoólica que pode ser constituída de sementes, frutas, ervas, substratos, etc… Portanto, a bebida tem uma base alcoólica difundida (ou misturada) com algum desses ingredientes que citamos acima para modificar o sabor.

Um dos maiores potenciais da bebida é sua característica adocicada e muito aromática. Nesse sentido, o segredo está em como é feito o licor. Os licores passam por um processo de maceração dos ingredientes junto ao álcool, ou seja, esses ingredientes são pressionados para soltar os substratos trazendo sabor e aroma específicos à bebida.

Atualmente, o licor é muito importante na coquetelaria. Afinal, na metade dos drinks criados ao redor do mundo existe algum tipo de licor na composição da receita. Além disso, essa tendência só deve aumentar nos próximos anos.

Existem várias histórias contadas a respeito da criação do licor. A primeira delas aponta ter começado em um contexto de traição, em que uma jovem, decepcionada com seu namorado, fez uma mistura caseira com algumas ervas afrodisíacas, frutas e inseriu álcool. O objetivo era ele ficar mais “animado” para o próximo encontro. Porém, ninguém sabe dizer se deu certo e nem se a história é de fato verdade. E aí, o que você acha?

Outra lenda conta a história das bruxas que se disfarçavam de jovens e criavam “poções mágicas” com frutas e ervas. Essas bebidas mágicas eram, na verdade, os licores. Elas vendiam para as pessoas com o contexto de que, se bebessem, seu relacionamento com o parceiro(a) seria mais duradouro. Loucura? Acredite, essas vendas acontecem até hoje!

Entretanto, a mais provável das histórias contadas é que os licores nasceram de forma artesanal, dentro das casas, com a finalidade medicinal. Nesse sentido, se forçarmos a memória, nos lembraremos dos nossos avós que faziam misturas de ervas e outros ingredientes específicos com a cachaça. Essa mistura era utilizada para tratar feridas, por exemplo.

Também temos o relato dos piratas que carregavam cachaça e rum nos navios. Nesse sentido, para inibir o cheiro forte do álcool, eles tampavam os barris com hortelã ou menta. Vez ou outra essas ervas entravam em contato com a bebida alcoólica, acabavam provocando infusão e, como resultado, obtinham o sabor muito próximo ao licor.

Além disso, há um relato histórico registrado em que, 800 anos a.C, os chineses já tomavam algum tipo de licor. Isso porque eles consumiam uma bebida destilada, preparada a partir da fermentação do arroz que, na verdade, é o famoso saquê já conhecido por toda a Ásia. No entanto, apesar deles entenderem essa composição da bebida como um tipo de licor, de fato era um destilado.

É importante você saber também que relatos históricos apontam que os árabes, do século X, foram os responsáveis pelo desenvolvimento dos destilados, enquanto o licor era produzido pelos monges. Inclusive, alguns licores famosos foram elaborados dentro de monastérios como, por exemplo, o Licor Bénédictine, criado por Bernardo Vincelli em 1510.

Outros monges cartusianos marcaram a história dos licores pelo mundo criando, por exemplo, o Licor Chartreuse, famoso por ter 130 ervas em sua composição. E você achando que a receita de bolo de cenoura tinha muitos ingredientes e não dava pra decorar! Nesse sentido, ainda nessa pegada religiosa dos monges, podemos citar o Licor Frangelico.

Garrafa de Licor Chartreuse
Garrafa de Licor Frangelico
Garrafa de Licor Bénédictine

No ano de 1500, a história do licor começou a amadurecer, quando Lucas Bols desenvolveu a primeira fábrica de licores na cidade de Amsterdam. Desde então, passamos a conhecer o licor de forma mais profissional no mercado.

Imagem histórica da primeira fábrica de licor em Amsterdam

Por fim, diante de tantas histórias, criaram-se muitas formas de preparar um licor caseiro. Porém, agora você aprenderá a preparar um licor de café caseiro para apreciá-lo puro ou como ingrediente de suas receitas culinárias. Preparado? Então, anote os ingredientes!

 

 

Ingredientes do licor de café

– 2 unidades de canela em pau;
– 1 unidade de estrela de anis;
– 1 pitada de pimenta jamaica em pó;
– Casquinha de laranja;
– 300ml de café filtrado;
– 120ml de xarope de açúcar;
– 120ml de rum;
– 350ml de café especial.

 

 

Como fazer licor caseiro de café

Passo 1
Primeiro, quebre as duas unidades de canela em pó e adicione a estrela de anis, a pitada de pimenta e a casquinha de laranja no recipiente em que você irá filtrar o café.

Lembre-se de que você filtrará o café sob essas especiarias. Assim, a bebida quente reagirá com os ingredientes e começará a desprender seus aromas e sabores para o café.

Jarra com especiarias como, canela em pau, pimenta, estrela anis e casca de laranja

 

 

Passo 2
Em seguida, prepare seu café filtrado V-60 sob as especiarias e deixe em infusão por 24 horas.

Dica: para essa receita utilizamos o café Frutado na proporção 7:1. Em outras palavras, 42g de café para 300ml de água. Aprenda mais sobre proporções em nosso vídeo no YouTube. Também optamos pela moagem nº 6, próxima à espessura de um açúcar cristal. Faremos o café mais concentrado para que ele apareça na receita!

Ah! Caso você também não saiba, você pode aprender como preparar café filtrado V-60 aqui mesmo em nosso blog.

Jarra com café filtrado e especiarias

 

 

Passo 3
Depois, com um auxílio de uma peneira, retire as especiarias maiores, deixando apenas o resíduo da pimenta jamaica ainda em infusão com o café.

Mãos peneirando resíduos de especiarias do café com uma peneira
 

 

Passo 4
Leve o café para geladeira e deixe por 1 semana. Lembre-se de tampar o recipiente para não perder as propriedades do café.

Jarra de café tampada com especiarias na geladeira
 

 

Passo 5
Agora, utilizando um filtro de papel, filtre novamente o café para retirar os resíduos de pó da pimenta.

Café sendo filtrado com filtro de papel
 

 

Passo 6
Já na garrafa em que você armazenará o licor, coloque 300ml de café filtrado que preparou.

Atenção! É importante que a garrafa esteja bem esterilizada para que não haja desenvolvimento de nenhuma bactéria.

Colocando café em garrafa para licor
 

 

Passo 7
Para fazer o xarope de açúcar, acrescente 100ml de água e 100g de açúcar cristal em uma panela e leve ao fogo até atingir um tom mais amarelado. Na coquetelaria, esse procedimento é conhecido como xarope simples.

Depois de esfriar, acrescente 120ml do xarope de açúcar na garrafa de licor.

Adicionando xarope de açúcar simples em mistura para licor
 

 

Passo 8
Adicione 120ml de rum na garrafa.

Fizemos alguns testes com outras bebidas alcoólicas, como a cachaça e a vodka, porém escolhemos o rum por trazer uma nota mais amadeirada à mistura. Mas você pode fazer seus testes e criar suas próprias receitas alterando este ingrediente conforme preferir.

Adicionando rum em mistura para produção de licor
 

 

Passo 9
Finalmente, homogenize bem e sirva.

Dica: conserve-o tampado e na geladeira para não ocasionar nenhuma fermentação indesejada. Consuma em até 4 meses, porém, o ideal é que você vá provando e percebendo se o sabor ainda está agradável.

Mãos segurando a garrafa de licor de café
 

 

Está pronto!
Agora é só apreciar seu licor caseiro de café ou preparar seus melhores drinks com ele.

Servindo licor de café em um copo de dose
 

 

Análise sensorial do licor caseiro de café

compare se o seu licor caseiro obteve um bom resultado

Primeiramente, nota-se que o aroma apresenta as seguintes notas: lembrança de coco queimado, com café e as especiarias bem evidentes, podendo trazer sensação de refrescância.

Em seguida, observe na degustação do sabor que o açúcar ficou bem equilibrado, com acidez bem presente por causa da casca de laranja e pimenta jamaica. Note a textura bem característica dos licores, com notas de chocolate meio amargo harmonizando bem com a mistura das especiarias.

Concluindo, essa receita de licor caseiro de café é fantástica. É importante ressaltar que essa é uma forma de reproduzir a receita de licor caseiro. Fique à vontade para brincar com os ingredientes e contar pra gente o resultado.

Ah! Outra dica super legal é que, historicamente, era comum preparar licor caseiro e dar de presente, justamente por essa liberdade de mudar os ingredientes e ter alguma finalidade específica, tornando-se um presente personalizado. Então, que tal presentear quem você ama com um licor caseiro de café feito por você. Junte seus ingredientes e mão na massa (ou na taça)!

Kit Hario V-60

Este conjunto é um presente perfeito para amantes de café e para aqueles que querem começar a sua aventura com métodos práticos para coar cafés na hora e com qualidade e design.

Frutado

Bebida doce que causa sensação aveludada no céu da boca. O Frutado tem seu amargor reduzido pela doçura natural da própria fruta. É um café de origem única, que tem como principais diferenciais o corpo, a doçura e as notas de chocolate.

Onde encontrar cafés de qualidade?

Idealizado por Gabriel Guimarães

Gabriel Guimarães

Iniciou no universo dos cafés ao conhecer Hélcio Júnior, diretor da Unique Cafés, que o convidou para se tornar barista ao perceber a facilidade em comunição e paixão, ao ser atendido por ele em um bar onde o mesmo atuava como bartender.

Cursos & Treinamentos

Curso Cafezeiro Grátis

Aprenda tudo sobre cafés neste curso exclusivo!

Compartilhe com os amigos cafezeiros!

MAIS CONTEÚDO

Gaste Menos Café com a Técnica Osmotic

Gaste Menos Café com a Técnica Osmotic

INTRODUÇÃO Você sabia que dá para tomar café por osmose? Fique tranquilo, isso não é ilusão, Osmotic é uma técnica que potencializa o sabor do seu café e quando bem aplicada, faz aquela porção de 10g de café que sobrou, render uma boa xícara para você e seu amigo....

Descubra qual é a melhor água para fazer café

Descubra qual é a melhor água para fazer café

INTRODUÇÃOFazer café com a água da poça a gente já sabe que não dá certo, né!? Brincadeiras a parte, será que qualquer água faz uma boa dupla com o café? Hoje te mostraremos algumas dicas super práticas e simples para fazer o casamento perfeito das duas bebidas mais...

5 Coisas que Você Precisa Saber Sobre Café e Atividade Física

5 Coisas que Você Precisa Saber Sobre Café e Atividade Física

INTRODUÇÃO Primeiramente, o café é uma bebida muito amada ao redor do mundo e vai muito além do simples prazer de tomar uma xícara quente pela manhã. Hoje, vamos explorar a fascinante relação entre café e atividade física, desvendando os pontos-chave, discutindo e...

QUER MAIS?

Todo cafezeiro quer sempre aprender mais! Então fizemos muito conteúdo para você aproveitar! É só pesquisar abaixo:

1 Comentário

  1. Vou testar. Pois faço LICOR , há MTOS Anos. Obrigada!!!!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×