Inimigos do café – 8 erros que você já cometeu

Conheça os 8 erros cometidos que afetam muito o sabor do seu café ou até mesmo em sua preservação. Esses são os inimigos do café!

INTRODUÇÃO

Ah… Nada como a força do hábito para nos fazer errar algo a vida inteira sem nem mesmo questionar, né!? Por isso, hoje te apresentaremos os inimigos da HP do  café, ou seja, 8 erros cometidos que geralmente afetam muito o sabor da sua bebida ou até mesmo em sua preservação. Caneta e papel na mão, anota aí para não esquecer!

Inimigo 01 – O açúcar

descubra o mistério do açúcar no café

Primeiramente, para exemplificar o vilão dessa história, tem uma situação em nosso hábito de consumo que talvez você já se identifique de cara. Quem nunca entrou naquela padaria da esquina e fez aquele sinalzinho universal com a mão para pedir um cafezinho ?? Em seguida, chega o atendente com um suposto café servido no copo americano.

Atenção! Caso você faça esse famoso sinalzinho com a mão em um boteco, corre o risco do atendente te entregar uma cachaça, não vá se confundir, hein!?

A verdade é que, por muito tempo, nós “enfrentamos o café“. Mas como assim? Veja bem, pouco antes, nós julgávamos a qualidade do café pela sua coloração, ou seja, quanto mais escuro, mais forte e melhor o café. Por isso, nos lugares que servem o café no copo americano, como na padaria acima, ainda trabalham a partir desse julgamento. Assim, servindo no copo americano, é possível que o consumidor veja a cor da bebida.

Além disso, por natureza esse café já é servido com uma colherzinha dentro, ou seja, antes mesmo de provar o café, você já tem a tendência de procurar o açúcar. Considere esse hábito como uma das armas para “enfrentar o café”. Então, a tendência é acrescentar uma quantidade exagerada de açúcar até que seja possível ver nitidamente a divisão das duas fases: açúcar e café no copo.

Em seguida, misturamos até que não se veja mais a presença do açúcar. Tudo isso para, literalmente, “enfrentar” o café! Afinal, a finalidade do açúcar sempre foi esconder o amargor dos cafés de baixa qualidade, que são carbonizados (muito escuros) antes de serem comercializados. Tal amargor não está presente nos cafés especiais.

O açúcar é um inimigo porque nos impede de abrir a mente para experimentar cafés maravilhosos, com doçura natural, torras bem trabalhadas, colheita seletiva… Na verdade, o correto é considerarmos o café com açúcar como um drink. Veja mais detalhes no vídeo abaixo:

Concluindo, os bons cafés não precisam de açúcar. Os ruins, não merecem. Afinal, pra quê tomar café ruim? Tome café bom!

  • Dica/benefício de tomar café sem açúcar: você já consome uma boa quantidade de açúcares diariamente em vários alimentos, isso pode até fazer mal à sua saúde. Então, deixar de acrescentar essa quantidade exagerada de açúcar no café já é um grande passo para começar a reeducar seus hábitos alimentares.

Inimigo 02 – O oxigênio

então, coffeelover não respira?

Calma! Não precisa parar de respirar! O oxigênio causa oxidação, uma reação química de degradação, ou seja, vai se perdendo o sabor e o aroma. No caso do café espresso, já não formará aquela famosa crema.

Portanto, quanto menor as embalagens que você comprar e mais bem armazenado na própria embalagem o café estiver, melhor será o resultado sensorial da sua bebida. Inclusive, você pode aprender mais sobre como armazenar o café clicando aqui!

Parte interna da embalagem do café

Inimigo 03 – A água

mas não é tudo a mesma coisa?

A água pode ser tanto sua maior aliada, quanto a vilã da história. Em outras palavras, lembre-se que aproximadamente 90% do resultado da sua xícara de café é água.

Então, se o café não for extraído com água de qualidade, interferirá diretamente no sabor da sua bebida. Nesse sentido, temos um conteúdo que explica qual água é boa para fazer café. Clique aqui para conferir!

Descubra qual é a água boa para fazer seu café

Inimigo 04 – A luz

então, tem que fazer café no escuro?

Fique tranquilo, o correto é fazer café com a luz acesa mesmo, se não faz bagunça. O que queremos te dizer é que a luz também acelera o processo de oxidação do café por gerar temperatura. Portanto, a dica é: sempre armazene seu café longe da luminosidade.

Dica: deixe o café na própria embalagem, utilize o elástico antioxidante para fechar bem. Em seguida, armazene-o no armário fechado.

Inimigo 05 – Umidade

água é bom só na hora de preparar o café

Este inimigo também está diretamente relacionado ao armazenamento do café. Procure guardar o café em locais secos. Geralmente, em armários muito úmidos pode aparecer fungos.

Portanto, fique atento! Como o café é muito sensível, tende a absorver tal umidade do ambiente. Este aspecto também acelera a oxidação que degrada o sabor, o aroma e demais características do café.

Inimigo 06 – A garrafa térmica

morria e não sabia

Sabemos que este assunto é bastante polêmico. Aqui no Brasil, temos o hábito de fazer o café em grande volume e guarda-lo em uma garrafa térmica até certo período do dia. Passado algum tempo, você mesmo nota que este café não está muito legal e o descarta na pia. Acredite, quem mais consome café hoje em dia é o esgoto.

Nesse sentido, a quantidade de café que jogamos fora por ter esse hábito é quase incalculável. Porém, vamos entender melhor porque a garrafa térmica é considera a vilã desta história.

Primeiramente, a palavrinha “térmica”. Isso significa que manterá a bebida quente, ou seja, alta temperatura. Mesmo que você não coloque açúcar, existe o açúcar natural do café que estará presente ali. Em seguida, você tampa a garrafa, colocando o líquido sob pressão, certo?

Você sabia que quando provocamos um processo fermentativo em algum alimento, precisamos dessas três variáveis juntas sob pressão? Isso mesmo, inclusive, ao consumir tal bebida, pode ocasionar desgaste para o seu organismo.

Já sentiu azia ou dor de estômago após tomar uma xícara de café? Talvez você esteja tomando um café velho, que passou por um longo tempo armazenado na garrafa térmica, que já passou pelo processo de fermentação e que está fazendo mal para o seu estômago. Mas será que ela é 100% inútil?

Você já parou para pensar que a garrafa é térmica serve tanto para frio quanto para quente? Agora, lembre-se do Cold brew: um café extraído à frio. Por que não carregar seu Cold Brew bem geladinho nessa garrafa térmica ao invés do café quente. Como o café estará frio, não ocorrerá fermentação. Fica a dica!

Concluindo, usar garrafa térmica para café quente: esquece! Porém, armazena-lo frio já é uma boa ideia, lembrando que mesmo assim não é recomendado deixar por um longo período de tempo.

Garrafa térmica para armazenar café

Inimigo 07 – Café requentado faz mal

Se você faz isso ou conhece alguém que tem o hábito de requentar o café, pare com isso urgente!

Primeiro, porque geralmente quem faz isso também tem o hábito de armazenar a bebida em garrafa térmica e, isso, nós também acabamos de descobrir que também pode ser prejudicial.

Agora, o café requentado pode ser perigoso para sua saúde porque a bebida sofre alterações químicas, como a oxidação e processos fermentativos. Portanto, pode causar desconfortos ou mal-estar quando ingerido dessa forma. Quem sabe está aí a causa das suas dores de estômago, azias, dores de cabeça, tontura e enjoo!

Inimigo 08 – o consumidor de cafés

ocê memo!

Finalmente, se você não comprar um café de qualidade, não existe milagre! Os cafés que não tem sabor e nem aroma, não tem o que perder. Então, comece comprando cafés de qualidade.

Todos os inimigos do café que citamos anteriormente, é possível corrigir. No caso deste, só depende de você.

Busque cafés que tenham origem, produtor, etc… Entenda que o hábito de tomar café não precisa ser um enfrentamento, ou seja, uma briga para esconder o gosto ruim. Quando você traz o hábito de consumir cafés especiais em sua rotina, descobre que é possível viver experiências fantásticas e inéditas com a bebida.

Inclusive, nosso clube de assinatura pode te proporcionar essas experiências inéditas. Todo mês promovemos uma nova experiência sensorial através de 3 cafés exclusivos e diferentes para nossos assinantes. Saiba mais!

Aprenda mais sobre café especial clicando aqui!

Onde encontrar cafés de qualidade?

Idealizado por Gabriel Guimarães

Gabriel Guimarães

Iniciou no universo dos cafés ao conhecer Hélcio Júnior, diretor da Unique Cafés, que o convidou para se tornar barista ao perceber a facilidade em comunição e paixão, ao ser atendido por ele em um bar onde o mesmo atuava como bartender.

Cursos & Treinamentos

Curso Cafezeiro Grátis

Aprenda tudo sobre cafés neste curso exclusivo!

Compartilhe com os amigos cafezeiros!

MAIS CONTEÚDO

10 Receitas de Preparo do Café Frutado | Manual de uso completo!

10 Receitas de Preparo do Café Frutado | Manual de uso completo!

INTRODUÇÃO Você ama café e quer vivenciar outras maneiras de preparar aquela deliciosa xícara de café Frutado? Atendendo a pedidos, elaboramos um manual completo com 10 receitas de preparo do nosso café Frutado, adequadas tanto para cafeterias quanto para o preparo em...

Aprenda a Fazer Hambúrguer com Cebola Caramelizada com Café

Aprenda a Fazer Hambúrguer com Cebola Caramelizada com Café

INTRODUÇÃO Você já imaginou combinar café com hambúrguer, cafezeiro? Pode parecer inusitado à primeira vista, mas essa combinação tem se destacado na gastronomia contemporânea, trazendo novas experiências de sabor e aroma para pratos clássicos. Neste artigo, vamos...

Guia Completo com 8 Moedores de Café para Ter em Casa

Guia Completo com 8 Moedores de Café para Ter em Casa

INTRODUÇÃO Se você é um verdadeiro apaixonado por café, sabe que nada supera o aroma e o sabor de um café moído na hora. E para alcançar esse nível de frescor e qualidade, é essencial ter um bom moedor em casa. Nesse sentido, com uma ampla variedade de opções...

QUER MAIS?

Todo cafezeiro quer sempre aprender mais! Então fizemos muito conteúdo para você aproveitar! É só pesquisar abaixo:

6 Comentários

  1. O café armazenado na garrafa normalmente está acima de 70 graus ou mais, o que é esterilizante para grande maioria dos fungos/bactérias, não sei como poderia haver fermentação nessa temperatura. Qual é o nome do fungo/bacteria que sobrevive a essa temperatura para fermentar?

    Responder
    • Olá Willian, então uma boa garrafa térmica é projetada para manter o café quente e com qualidade por um período aproximado de 40 minutos a 1 hora, dependendo das condições específicas. Durante esse tempo, a garrafa térmica ajuda a minimizar a perda de calor e a manter a temperatura adequada.

      No entanto, após esse período, a qualidade do café começa a se degradar gradualmente. Os problemas mencionados anteriormente, como oxidação, fermentação, degradação dos lipídios e possíveis contaminações fúngicas, podem ocorrer à medida que o café fica exposto à temperatura ambiente por um tempo mais longo.

      Portanto, é recomendável consumir o café dentro do intervalo de tempo em que a garrafa térmica mantém sua qualidade ideal. Caso não seja possível consumi-lo nesse período, é melhor preparar uma nova porção fresca de café em vez de arriscar a deterioração da qualidade e possíveis problemas relacionados. Manter a higiene da garrafa térmica e realizar a limpeza regularmente também contribui para preservar a qualidade do café durante o tempo de armazenamento na garrafa.
      Além disso, é importante mencionar que o café é preparado com água a uma temperatura média de 93 graus Celsius, mas a bebida não é servida a essa temperatura. Ao ser despejado na xícara ou na garrafa térmica, a temperatura do café cai consideravelmente devido à troca de calor com o ambiente e as superfícies.

      Para um consumo confortável e seguro, a temperatura ideal de serviço do café geralmente é recomendada em torno de 70 a 65 graus Celsius. Essa faixa de temperatura permite que a bebida seja apreciada sem causar queimaduras ou desconforto ao degustar.

      Ao utilizar uma garrafa térmica, é importante considerar que ela pode ajudar a reter o calor inicialmente, mas a temperatura do café ainda diminuirá gradualmente ao longo do tempo. Portanto, ao servir o café após um período na garrafa térmica, é recomendável verificar a temperatura antes de consumir, para garantir que esteja dentro de uma faixa confortável e agradável ao paladar.

      Responder
  2. Faltou os especialista, pois todo mundo toma o café da garrafa térmica, e os especialistas estão a favor da indústria, para que nós consumidores tenhamos que consumir mais café. Café de garrafa térmica está no dia a dia das pessoas, no mínimo por alguma horas da manhã. Estou lendo em diversos lugares, café requentado faz mal, faz aquilo, faz aquilo outro, mas em momento algum indicam o que ocorre de fato com o café quando armazenado na garrafa térmica por algumas horas, falam da azia, da isso, da aquilo…sejam mais claros, se há oxidação, o que é produzido pela oxidação que seja prejudicial à saúde das pessoas, não tratem as pessoas como burras, que não precisem de explicação, por favor expliquem quais compostos são formados pela oxidação que possa fazer mal a saúde, não venham com a resposta faz mal, pois nós brasileiros tomamos, e não conheço doença provocada por café de garrafa térmica.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×